PADRÃO APRESENTADO SLIDE 1 TÍTULO

VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

PADRÃO APRESENTADO SLIDE 2 TÍTULO

VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

PADRÃO APRESENTADO SLIDE 3 TÍTULO

VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

PADRÃO APRESENTADO SLIDE 4 TÍTULO

VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

PADRÃO APRESENTADO SLIDE 5 TÍTULO

VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

20/09/2011

Organização que defende os direitos dos animais planeja criar site de pornografia



A People for the Ethical Treatment of Animals (PETA), ou “Pessoas a favor do Tratamento Ético dos Animais”, em uma tradução livre, é uma organização que busca promover ações sociais em defesa dos animais. Até aí não existe nenhuma novidade. Contudo, os manifestantes dessa ONG são conhecidos por realizarem campanhas polêmicas, usando mulheres nuas em suas propagandas.

Nessa linha, o mais recente planejamento da organização é criar um site de pornografia. De acordo com o site Reuters, os manifestantes pretendem disseminar o veganismo – uma filosofia de vida motivada por convicções éticas baseadas nos direitos dos animais. Seguidores dessa doutrina evitam consumir produtos que sejam obtidos por meio da exploração ou abuso dos animais.

Para comover o público, os integrantes da PETA querem criar uma mixagem de filmes pornográficos que exibam o sofrimento dos animais. "Nós esperamos atingir um público totalmente novo de pessoas, algumas das quais ficarão chocadas com as imagens que não esperavam ver quando acessarem o site pornô da PETA", comentou Lindsay Rajt, a diretora de campanhas da instituição.
A documentação necessária para a abertura do domínio “xxx” já foi apresentada pela ONG. A expectativa é que até dezembro deste ano a organização já tenha o registro do site ativado. A ideia central da página é chocar os visitantes.

"Quando as pessoas visitarem o site, vão achá-lo muito atraente, mas será por pouco tempo. Em seguida, serão confrontados com imagens que esperamos que façam com que eles parem, reflitam e comentem. Espero que isso os incentive a fazer uma mudança no estilo de vida para uma dieta baseada em vegetais", explicitou Rajt.

Embora o projeto tenha uma causa nobre, existem opositores que asseguram um extremismo exagerado da instituição. "A PETA é extremamente perigosa. Eles utilizam, consistentemente, estratégias de marketing que envolvem sexo para ganhar a atenção das pessoas. O uso do sexo se tornou mais extremista e degradante", afirma Jennifer Pozner, executiva do grupo Women In Media & News, sediado em Nova York, nos EUA.

"Explorar o pornô para obter a aprovação das pessoas parece feio. Explorar imagens pornográficas de mulheres para mostrar seu ponto de vista é retrógrado e misógino. (...) Vamos, PETA, não sejam Neandertais", disse Jill Dolan – diretor do centro de pesquisas em sexualidade da Universidade de Princeton, EUA.

19/09/2011

Samsung vai receber iPhone 5 com processo em tribunal



A Samsung prepara-se para surpreender a Apple com uma ação legal logo após o lançamento do iPhone 5, solicitando ao tribunal que impeça a venda do equipamento no mercado coreano, avança a imprensa internacional.

Os planos da gigante da Coreia do Sul terão sido revelados ao Korea Times por uma fonte anónima dentro da empresa. O executivo explicou que esta se prepara para, logo que a próxima versão do iPhone seja lançada no país, levar a Apple a tribunal alegando a violação de patentes da Samsung relativas a tecnologias sem fios.O processo intentado em tribunal será acompanhado de um pedido para que seja proibida a comercialização do equipamento no território, com a fabricante a mostrar-se confiante de que a Apple não terá como contornar as acusações.

"Enquanto a Apple mantiver funcionalidades destinadas a comunicações móveis nos seus equipamentos, ser-lhe-á impossível vender os produtos 'i-' sem usar as nossas patentes", afirmou a fonte referida pelo jornal local, citada pelo SlashGear.

O prometido "contra-ataque" constitui o mais recente desenvolvimento na batalha legal que tem oposto as rivais, pautada por sucessivas investidas de ambas as partes, em diversos mercados. Uma das mais recentes e mediáticas dava a vitória à Apple, no início do mês, quando conseguiu impedir a Samsung de ter em exposição na IFA o seu novo tablet Galaxy Tab 7.7. Entretanto a fabricante encontra-se também proibida de comercializar o modelo de 10 polegadas na Alemanha.

Fonte: Sapo

Os 10 melhores notebooks do mundo 2011


  1. Apple MacBook Air 13 polegadas (Thunderbolt) 
  2. Asus U46E-BAL5 
  3. Asus U56E-BBL5
  4. Lenovo IdeaPad V570-1066A9U 
  5. HP Pavilion dv7-6143cl 
  6. Dell Vostro 3350 
  7. Dell XPS 15Z
  8. Acer Aspire AS8950G-9839 
  9. Toshiba Portege R835-P50X 
  10. Apple MacBook Pro 15 polegadas (Thunderbolt)
Fonte: PC MAG

Conheça um dos poucos Zeppelins do mundo disponível para passeios

Por US$ 300,00, você também poderia fazer um passeio de 45 minutos em uma aeronave que relembra o esplendor que os dirigíveis no tinham passado

Uma empresa de São Francisco, Estados Unidos, pode se orgulhar de ser uma das pouquíssimas companhias aéreas do mundo que não opera com aviões. Nascida em 2007, a “Airship Ventures” é hoje uma das poucas empresas que operam um dirigível que pode transportar passageiros por várias rotas, em vez de apenas servir de outdoor voador.

Batizada de “Eureka”, a aeronave é um Zeppelin autentico que foi construída pela memorável fábrica de dirigíveis “Zeppelin”, na Alemanha, a mesma que produziu muitas outras aeronaves no início do século XX. Os Zeppelins deixaram de ser construídos depois de vários desastres aéreos, como a explosão do Hiddenburg em 1937.

Diferente das primeiras aeronaves mais leves que o ar, o “Eureka” possui uma estrutura interna semi-flexível feita de alumínio e fibra de carbono. As antigas proteções externas feitas de metal foram deixadas de lado, o que torna o dirigível muito mais seguro e silencioso.


Atualmente, a Air Venture tem voos regulares entre cidades do estado da Califórnia e Seattle, sendo que um tour de seis meses está planejado para cruzar todo o país. Cada passeio de 45 minutos custa US$300,00. Apesar do alto custo, os passeios no dirigível permitem a sensação única de um voo panorâmico silencioso e tranquilo, com direito a poder abrir as janelas durante o passeio.

Nova York também possui lojas falsas da Apple


As lojas chinesas que se passavam por revendas oficiais da Apple parecem ter inspirado golpistas em vários cantos do mundo. Segundo uma reportagem publicada pelo Huffington Post, duas lojas no bairro do Queens, em Nova York, foram intimadas a entregar à justiça acessórios falsificados que eram vendidos em ambos os locais.

Tanto a Apple Story Inc quanto a Fun Zone estão localizadas na região de Chinatown, e disponibilizavam produtos como cases de proteção, fones de ouvido e outros acessórios para o iPhone, iPad e iPod. O problema estava no fato de que ambas se passavam por revendas oficiais da empresa, sem em nenhum momento ter permissão oficial para alegar isso.
Falsificação e violação de marca registrada

Caso sejam condenados, os donos de ambas as lojas terão de entregar à justiça produtos falsificados e qualquer material que contenha logotipos, nomes ou imagens de produtos Apple. Segundo o processo protocolado pela empresa, os itens vendidos no local possuíam a frase “Design by Apple in California. Assemble in China” (Desenvolvido pela Apple na Califórnia. Montado na China) que levava os consumidores a acreditar que se tratavam de acessórios oficiais.

Como parte do acordo fixado entre a Apple e os acusados, a Apple Story terá de mudar seu nome e remover displays que exibem imagens aumentadas do iPhone. Ambos os acusados estão proibidos de destruir qualquer registro referente à fabricação, distribuição, venda e recepção de qualquer produto identificado como falso pela companhia de Tim Cook.Fonte: TecMundo

12/09/2011

Twitter quer o termo "Tweet"





O Twitter entrou com uma ação na Justiça da Califórnia, nos Estados Unidos, a fim de registrar para si a palavra “tweet”, usada para designar as mensagens trocadas na rede de microblog.
Atualmente, o termo pertence à agência de publicidade Twittad, que realizou o seu registro em 2008, durante uma campanha a “Let your Ads meets Tweets”.
Na ação, o Twitter argumenta que a palavra só se tornou popular devido à explosão do serviço de microblog.
De acordo com o blog TechCrunch, o Twitter tentou negociar a propriedade da palavra com a Twittad, porém, não obteve sucesso. Em compensação, a Twittad teve sua conta suspensa na rede de microblog.
A INFO usa a palavra em sua forma aportuguesada, tuíte. 

Fonte: Info Online

05/09/2011

Samsung remove Galaxy Tab 7.7 da IFA depois de processo da Apple




A épica batalha por patentes entre a Apple e a Samsung teve mais um desfecho trágico para a empresa sul-coreana. Depois de uma decisão da Suprema Corte de Dusseldorf, todas as unidades do recém-lançado Galaxy Tab 7.7 foram removidas dos estandes da empresa na IFA 2011.

Durante as apresentações em Berlim, as unidades do gadget traziam um aviso de que o Galaxy Tab 7.7 não está à venda na Alemanha, mas parece que isso não foi o suficiente para empresa da Maçã, que acusa a Samsung de ter plagiado o design do iPad e do iPhone.

Em resposta ao site TheDroidGuy, o presidente da relações públicas da Samsung confirma que a empresa removeu todas as unidades do Galaxy Tab 7.7 que estavam expostas na IFA 2011 em respeito à decisão da corte, mas garante que a empresa vai explorar todos os meios necessários para recorrer da decisão.

Essa briga por patentes entre a duas empresas tem durado desde o início de abril deste ano, e já resultou na proibição da venda do Galaxy Tab 10 em todo o território da União Europeia (exceto na Holanda).

Fonte: TecMundo

Vazam os vazamentos do Wikileaks



O Wikileaks sofreu com aquilo que é sua especialidade: divulgar informações confidenciais. Todo os arquivos secretos do grupo liderado por Assange estão circulando pela internet, sem edições.

Assange e Leigh trocam acusações de quem foi o responsável pelo vazamento


Segundo o próprio Julian Assange, a missão do Wikileaks não é simplesmente divulgar as informações, e sim separar aquelas que realmente façam a diferença. Mas o problema é que este vazamento vai muito além de uma "falta de edição".

"Nosso relacionamento com o WikiLeaks está baseado no acordo que nós podemos redigir estas coisas, e nada será publicado que não seja cuidadosamente redigido por razões de segurança pessoal", afirmou David Leigh do jornal The Guardian. Segundo ele, as informações completas colocam em risco diversas pessoas, e por isto era preciso selecionar cuidadosamente quais dados seriam publicados. Entre as informações está inclusive nomes dos responsáveis pelo vazamento de dados.

Segundo Leigh, o WikiLeaks é o responsável pela divulgação das informações brutas. Assange rebate afirmando que foi o jornalista que divulgou a senha necessária para acessar os dados, em um livro sobre o Wikileaks.

De acordo com o professor de jornalismo C. W. Anderson, este tipo de colaboração funciona com três pilares: a pessoa dentro da organização, que pretende vazar os dados, os hacktivistas, capazes de fazer circular e armazenar grandes quantidades de informação, e a mídia, disposta a apurar e organizar estes dados para publicar os vazamentos. A divulgação dos dados brutos abala esta cooperação, pois tornou os responsáveis pelo vazamento vulneráveis ao serem expostos, além de criar desconfiança entre a mídia e WikiLeaks. "As coisas não voltaram mais como eram antes", afirma Anderson que afirmou que "the horse is out of the barn", o que poderíamos colocar, em bom português: "a vaca foi pro brejo".

02/09/2011

Tribo amazônica tem parceria com Google para denunciar desmatamento


Com equipamentos cedidos pela Google, tribo indígena consegue mapear e denunciar exploração de mata


Desde 2007, a Google e a tribo Surui têm uma parceria bem interessante. A empresa norte-americana cedeu vários equipamentos eletrônicos para que os índios pudessem gravar as histórias dos anciões. Eles também ensinaram formas de gravar e enviar os arquivos para canais do YouTube, por exemplo. A ideia era guardar as histórias para a posteridade.

Mas um dos principais objetivos da parceria é agilizar as denúncias de invasões das florestas por madeireiras ilegais. Sempre que os indígenas localizarem invasões ou desmatamentos ilegais, podem tirar fotos e em segunda enviá-las para o Google Earth. Além dos servidores da Google, órgãos responsáveis pela preservação amazônica também são contatados e podem agir rapidamente, pois o sistema de geotags permite rápida localização.

01/09/2011

Sony anuncia sua nova linha de computadores tudo-em-um



A Sony apresentou sua nova linha de computadores tudo-em-um, a série VAIO L. Ele conta com uma tela de 24 polegadas LCD sensível ao toque (“multitouch”) e de alta definição (“Full HD”). Ela possui iluminação por LED e reproduz imagens em 2D e 3D. O processador, embora ainda não esteja especificado, é da família Intel.
Além disso, ele possui entrada HDMI e utiliza o mesmo tipo de óculos especial para o 3D que já é adotado pelas TVs da linha Bravia 3D TV. A placa de vídeo é uma GeForce GT 540M com 8GB de memória RAM. Ele possui um disco rígido de 1 TB e drive de mídia Gravador de DVD e reprodutor Blu-ray. O dispositivo também integra uma webcam HD da Exmor.
O preço do tudo-em-um ainda não foi divulgado. A previsão de lançamento é em outubro de 2011 para a Europa (em alguns países). Não foi informada a data para os Estados Unidos e América Latina até o presente momento.


Facebook deve anunciar serviço de música em setembro



Em junho, surgiram os primeiros rumores sobre a intenção do Facebook em adicionar um serviço de música ao seu portfólio. As especulações da época apontavam que a rede social estaria estabelecendo uma parceria com o Spotify. Contudo, Mark Zuckerberg desmentiu tal informação.
No mês seguinte, um desenvolvedor de softwares encontrou, no código-fonte da ferramenta de videoconferência, indícios de que o Facebook estaria pronto para receber um recurso de músicas, a princípio, chamado Vibe.
Corroborando com esses boatos, a CNBC publicou uma nota afirmando que o serviço de música integrado ao Facebook será revelado no dia 22 de setembro, durante a conferência F8. De acordo com a matéria, Jon Fortt teve acesso a uma pessoa familiarizada com os planos da rede social, a qual confirma o lançamento do Vibe (se é que esse será o seu nome) para o mês que vem.


Fonte: TecMundo